Groove Bikes

Notícias

Equipe Groove/Shimano/ASW no Brasil Ride

FP_151018__4862 (Small)

A sexta edição da Brasil Ride 2015, oss dias 18 a 24 de outubro, pricipal ultramaratona de MTB das Américas, reuniu 500 atletas de 23 países, 18 estados brasileiros e o Distrito Federal, na Chapada Diamantina-Bahia. 600km dividos em 7 dias de prova e ofertou aos campeões das elites 120 pontos no ranking da UCI (União Ciclística Internacional), pontos preciosos para os brasileiros que buscam por uma vaga na Olimpíada Rio 2016.

Ride2016a (Small)

Foram  pelas estradas e trilhas da região da Chapada, onde os atletas Groove/Shimano/ASW, Daniel Grossi e Guilherme Saad  superaram todas as adversidades incluindo o calor intenso da Bahia.

 

Após 600km, 7 dias e 13.000m de ascensão acumulada, a Equipe Groove, finalizou a Brasil Ride na 5ª posição na classificação Geral da Open e 2° nas Américas. Figuraram no pódio das Américas durante as 4 etapas e subiram no pódio da Geral com a 2º colocação na última etapa.ClassificaçãoRide

 Uma Brasil Ride que ficou guardada na memória, dias difíceis, foram dias difíceis para corpo e mente ao extremo. Parabéns aos nossos atletas!

 

Brasil Ride 2015 2

PALAVRAS DO ATLETA >>>

6° Estágio – Brasil Ride. Percurso: Rio de Contas até Mucugê 143 km.

Essa foi a etapa que marcou a Brasil Ride para mim. O dia começou cedo, as 4 horas da manhã veio o despertar para largar as 6 horas. Segunda etapa mais longa e vindo de 5 dias duros de competição. Acordei muito disposto a fazer um bom resultado e subir posições na geral. Um dia antes ( 5° Estágio ) eu e meu parceiro Saad furamos o pneu duas vezes fazendo perder importantes posições.

A estratégia que traçamos era realizar uma boa largada, que tinha início numa subida média acompanhada por um downhill de estradas alucinantes. Com isso iriamos descer sem riscos e encaixar num bom grupo. Tudo conforme o previsto e a prova iria dando sequência ao longo dos kilometros como um jogo de xadrez, muita paciência para evitar erros.

Por volta dos 90 km veio um single track que separou o grupo, meu parceiro Saad logo percebeu a situação, pegou a ponta e foi desenvolvendo. Fui acompanhando e percebemos que abrimos uma pequena vantagem. Numa serra mantivemos o ritmo e abrimos a vantagem. Nesse momento estávamos ocupando a 3° colocação na geral e faltava 40 km para o final. A dúvida bateu em mim, será que arriscamos a forçar no limite até o final? O bacana é que meu parceiro é faca nos dentes e não perdeu a oportunidade de apertar o passo e arriscar. Então lá fomos forçando o ritmo. Sabia que restava uma serra ingrime de mais ou menos 4 km e depois muitas partes com a predominância de planos. Passamos muito rápido pelo apoio, enchemos nossas garrafinhas sem perder tempo. Nesse momento cometi meu primeiro erro: não me alimentei. Estava pensando em ser rápido e não perder tempo.

Seguimos num ritmo forte e constante, subimos a serra muito bem mantendo a vantagem de duas duplas que vinha perseguindo. Ao final da serra outro ponto de apoio, novamente passamos batido e deixamos de pegar o Gel oferecido pela organização. Pedalávamos bem, revezando e mantendo o ritmo. No km 117 km mais um ponto de apoio, novamente passei batido e meu parceiro fez uma pequena parada para pegar um Red Bull. Achei que não havia necessidade e só pensando em forçar o ritmo.Ride2016 (Small)

O asfalto não chegava, sabíamos que estava perto e acabando a etapa. Foi quando avistamos o asfalto e lá estávamos para enfrentar os 15 km finais de asfalto. O ritmo era intenso e revezamos para manter a 3° posição no geral. Estávamos motivados e com muita vontade de manter a posição, mas nem tudo sai como o esperado… Ao passar pela placa que dizia faltam 10 km para o final, comecei a me sentir estranho, mas não sabia o que era e não dei importância, pensava somente em pedalar. Quando faltavam 6 km para o final da etapa foi como me tirar da tomada de uma vez, desliguei. Falei para meu parceiro que não conseguia pedalar mais. Foi uma sensação diferente, não tinha força nem para girar o pedal e então o Saad me deu um gel e uma batata. Mastiguei mas as forças não voltavam. Nesse momento segurei no camelback dele e ele começou a me arrastar. Disse que enquanto ele tivesse forças iria me puxar.

Fiquei feliz em escutar isso, um verdadeiro parceiro. Foi duro, eu não conseguia sequer pedalar, ele pedalava por nós dois. O pior foi quando duas duplas nos ultrapassaram a 3km da chegada e não podíamos fazer nada. Não tinha força para reagir, paramos um pouco pois eu precisava colocar o pé no chão. Ao parar tomei água e empurrei um pouco a bicicleta, mas logo subi novamente na bike e seguimos até o final. Conseguimos completar a prova com meu parceiro me empurrando.

Foi um dia difícil, mas o principal foram os aprendizados: você pode ser o atleta mais forte e o mais preparado, mas em uma prova como o Ride, se não tiver um grande parceiro ao seu lado, se não se alimentar e hidratar, você não cruza a linha de chegada.

Fiquei muito feliz em completar mais uma Brasil Ride ao lado de um cara que considero um verdadeiro parceiro! Obrigado Saad, sem dúvida fizemos o possível e o impossível ! Valeu parceiro.

Daniel Grossi

Brasil Ride 2015 (Small)

01 (Small)

FP_151018__2748 (Small)

Fotos: Fábio Piva 

 
 

ENVIE SEU COMENTÁRIO

  • Daniel Grossi é o 4º melhor atleta do Brasil no XCO
    Daniel Grossi é o 4º melhor atleta do Brasil no XCO
  • Isabella Lacerda vence Canastra Warriors
    Isabella Lacerda vence Canastra Warriors
  • GP Ravelli - 2ª etapa Lambari/MG
    GP Ravelli – 2ª etapa Lambari/MG
  • XTERRA Brazil Tour 2017 – Ilhabela/SP
    XTERRA Brazil Tour 2017 – Ilhabela/SP
  • Começando no Mountain Bike: bicicleta de entrada – Groove Zouk
    Começando no Mountain Bike: bicicleta de entrada – Groove Zouk
  • XTERRA Brazil Tour 2017 - Ibitipoca/MG
    XTERRA Brazil Tour 2017 – Ibitipoca/MG
  • Copa internacional de MTB - CIMTB Araxá 2017
    Copa internacional de MTB – CIMTB Araxá 2017
  • Taça Brasil de Cross Country - XCO
    Taça Brasil de Cross Country – XCO
  • 6 Horas MTB | Bi-Campeões Gamaia/Groove e Tetra Gamaia
    6 Horas MTB | Bi-Campeões Gamaia/Groove e Tetra Gamaia
  • CIMTB Congonhas/MG
    CIMTB Congonhas/MG