Groove Bikes

Notícias

Bicicleta MTB Groove Rhythm 50 Carbon 2019

Bicicleta de carbono de entrada da marca brasileira demonstra sua versatilidade nas trilhas

Um dos maiores nomes no país quando se fala em bicicletas de alta performance, a marca brasileira Groove Bikes conta com uma linha hardtail voltada para o seguimento de mountain bike XC, a Rhythm.

Por ocasião do Shimano Fest, tivemos a oportunidade de entrar em contato direto com o modelo de entrada da linha, a Rhythm 50 Carbon, objeto de mais um review do MTB Brasília. confira!

Foto_02

 Apresentação

Revelada ao público por ocasião da feira Bike Brasil deste ano, a edição 2019 da Groove Rhythm 50 é o modelo de entrada da linha MTB hardtail Rhythm e chega às lojas do país montada a partir de um quadro em fibra de carbono no padrão Boost, com eixo de roda de 2mm de diâmetro e 148mm de comprimento.

Construído pela Astro, um dos maiores especialistas na produção de quadros OEM do mundo, o quadro de Rhythm 50 utiliza fibras de carbono UD Mitsubishi e é o mesmo utilizado nos modelos topo de linha Rhythm 70 e Rhythm 90.

Foto_01_capa

Leve, resistente e confortável, o quadro conta com passagem interna dos cabos de marcha e freio, além de prever roteamento para cabos de sistemas de transmissão eletrônica, em caso de um futuro upgrade.

Tanto a pintura quanto o acabamento do quadro são impecáveis, revelando um grafismo chamativo, porém harmonioso, nas cores vermelho e preto brilhante.

Ligeiramente flexíveis, seus stays proporcionam um índice de conforto dificilmente superável por modelos com quadro em alumínio.

Geometria - Desenvolvida para ser uma ‘puro-sangue’ XC, a Rhythm 50 possui um ângulo de caixa de direção de 70,25º, resultando em uma bike ágil nas curvas e que responde rápido nas subidas. Para compensar a eventual perda de estabilidade nas descidas mais íngremes, o tubo superior é ligeiramente mais longo que o comum, deixando a posição de pilotagem mais para trás, inspirando confiança mesmo em ciclistas com pouca técnica.

Foto_04

Tamanho

15″

17″

18,5″

20″

A – Tubo do selim

390

430

470

510

B – Tubo superior

-

-

-

-

C – Tubo superior horizontal

570

595

620

645

D – Chain Stay

437

437

437

437

E – Ângulo Tubo do Selim

73

73

73

73

F – Ângulo Tubo Direção

70,25

70,25

70,25

70,25

G – Tubo Caixa de Direção

90

100

110

120

H – Bottom Bracket Drop

56

56

56

56

Avanço (comp.)

80

80

90

90

Largura do guidão

720

720

720

720

Diâmetro do canote

27,2

27,2

27,2

27,2

Diâmetro da roda

29″

29″

29″

29″

Curso da suspensão

110

110

110

110

Componentes - Modelo de entrada da linha Rhythm, a Rhythm 50 não fica  a dever quando falamos de uma criteriosa escolha de componentes. Como garfo amortecedor, a Groove optou pelo sempre confiável RockShox Recon RL, com 100mm de curso, compressão pneumática (ar) e sistema de retorno (damping) a óleo.

Foto_05

Mais rígido que em suas versões anteriores – principalmente graças ao eixo Boost de 15mm x 110mm e a sua espiga cônica -, o Recon RL surpreendeu por sua boa leitura de terreno respondendo com desenvoltura sempre que exigido.

O garfo conta com sistema remoto de trava OneLoc, um dos mais suaves já produzidos pela RockShox, posicionado abaixo do lado esquerdo do guidão.

Foto_06

Todo o cockpit utiliza uma solução proprietária, com canote de selim, guidão e mesa em alumínio, ostentando a marca Groove. O guidão possui a largura de 720mm, o que permite uma maior precisão e manobrabilidade nas curvas.

Foto_07

Construído especialmente para a Groove pela Velo, o selim da Rhythm 50 surpreendeu pelo conforto, apesar de seu perfil racing.

Grande surpresa para mim foi a combinação de aros WTB STP Disc i25 com os cubos Shimano M6010, resultando em um conjunto de rodas tubeless ready de alta qualidade, resistência e peso razoável.

Com sua largura interna de 25mm, as rodas da Groove Rhythm 50 possibilitam o uso de pressões de ar mais baixas sem o risco do pneu ‘desembeiçar’ do aro, resultando em maior conforto e tração. As rodas são montadas com pneus Chaoyang Victory, nas medidas 29″ x 2.20″.

Especificações técnicas

Tamanhos 15″, 17″, 18,5″ e 20″ / 29er
Cor Vermelha/preto
Quadro Astro Fibra de Carbono, com caixa de direção tapered e Boost
Suspensão Rock Shox Recon RL 100mm Boost, c/ trava no guidão e  eixo 15mm
Trocador SRAM Trigger NX Eagle 12v
Câmbio Traseiro SRAM NX Eagle 12v
Câmbio Dianteiro -
Pedivela SRAM NX Eagle 12v DUB
Cassete / Roda Livre SRAM PG-1230 11-50 12v Eagle
Corrente SRAM NX Eagle 12v
Alavanca de Freio Shimano BL-MT400 Hidráulico
Freio Shimano Disco BR-MT400 Hidráulico
Movimento Central SRAM PF30 DUB
Cubos Shimano M6010 Boost, 15/110m (dianteiro), 12/148mm (traseiro)
Pedal -
Raios Aço Inox preto
Aros WTB STP Disc i25 Tubeless Ready
Guidão Groove Alumínio 31,8mm 720mm
Mesa Groove Alumínio 31,8mm
Canote de selim Groove Alumínio 27,2mm
Abraçadeira de selim Astro Aluminio 31,6mm
Selim Groove MTB by Velo
Pneu Kevlar Chaoyang MTB 29″x 2.20″
Peso 11,8 kg
Garantia 02 anos (quadro) 06 meses (componentes)

 

Transmissão, a grande estrela - O grande destaque entre os componentes utilizados é, sem dúvida, a transmissão SRAM Eagle NX, de 1 x 12 velocidades. Modelo de entrada da linha Eagle, o NX não fica nada a dever em relação aos modelos topo de linha da SRAM quando o assunto é precisão e confiabilidade, sempre respondendo rapidamente a toda solicitação e contribuindo para transpor os mais difíceis obstáculos com a simplicidade típica dos grupos de coroa única.

Ao contrário dos demais grupos da linha SRAM Eagle, o cassete PG-1230 do Eagle NX conta com uma relação 11 x 50 dentes. Esta solução permite a sua utilização em freehubs convencionais, dispensando o caro núcleo XD utilizado em relações 10 x 50 dentes.

Foto_08

O pedivela vem montado com uma coroa de 32 dentes narrow wide, que garante um perfeito encaixe entre seus dentes e os elos da corrente. em nossos testes, em nenhum momento houve queda acidental da corrente de transmissão.

 O teste

Durante os dois meses em que a Groove Rhythm 50 Carbon permaneceu conosco, utilizamos a mesma em uma variedade de terreno, condições climáticas e de pilotagem, incluindo uma prova de XC, o Desafio Flona 2018, onde nosso piloto de testes Robson Vasconcelos finalizou entre os primeiros de sua categoria.

Foto_11

A chegada da Rhythm 50 em Brasília coincidiu com a chegada das chuvas, após um período de seca excepcionalmente longo. Assim, boa parte dos testes com a bike ocorreu em terreno úmido ou molhado, alternando asfalto, estradas de terra com solos liso e poroso, lama e cascalho solto.

Subidas - Escaladora por natureza, a Rhythm 50 Carbon responde rápido nas subidas mais técnicas. Sua geometria proporciona ao ciclista encontrar facilmente um ponto de equilíbrio corporal de forma manter a tração das rodas no terreno.

Além da geometria, outros fatores contribuem para a eficiência nas subidas, como a transmissão Eagle NX de 12 velocidades, as rodas com aros mais largos e a eficiente suspensão Recon.

Em subidas no asfalto e estradas de terra, o uso da trava de suspensão facilitou muito as pedaladas em pé. Nestas situações, o quadro transmite uma ótima sensação de rigidez, enquanto que a relação de cassete 11/50, em combinação com a coroa de 32 dentes garante encarar as subidas mais íngremes sem perda da cadência de pedalada.

Descidas - Com seu top tubo mais longo, a Rhythm 50 é uma bike estável nas descidas.

Nos singletracks de alta velocidade a Rhythm 50 Carbon brilhou, com respostas rápidas durante as mudanças de direção.

Em descidas de alta velocidade em estradas de terra, a bicicleta da Groove demonstrou uma estabilidade exemplar e uma ótima sensação de segurança e controle.

Pedais de longa duração - O posicionamento do cockpit, em conjunto com o garfo RockShox proporcionou um posicionamento mais relaxado, sem forçar os braços, condição perfeita para pedaladas de longa duração e provas de XCM.

Foto_12

Na prova - Aproveitamos a oportunidade da realização do III Desafio Flona de MTB, realizado no dia 30 de setembro, para observar o desempenho da Groove Rhythm 50 Carbon em uma prova XC.

Pilotada pelo atleta e mecânico profissional Robson Vasconcelos, a Rhythm 50 foi severamente testada em um circuito com aproximadamente 45km, composto por singletracks, estradas de terra, subidas e descidas técnicas, além de muita lama decorrente das primeiras chuvas em Brasília.

“No geral, a bike respondeu muito bem, tanto nas subidas quanto nas demais situações”, disse Robson.

“A transmissão ajudou muito na transposição dos trechos mais difíceis e o quadro possui uma geometria muito acertada.”

Conclusão

Uma bike com ‘atitude e personalidade’ própria é o que se espera em um produto desenvolvido no Brasil que compete de igual para igual com seus similares importados. Com isto em mente, não há dúvida que a Groove Rhythm é uma bicicleta de altíssima qualidade, tanto na escolha de seus componentes quanto no resultado final: uma bike que encara com tranquilidade as trilhas mais técnicas sem abrir mão do conforto e da estabilidade.

Sem dúvidas, uma bike candidata a ser uma das melhores do ano 2019!

Foto_13

Preço e disponibilidade - De acordo com a Groove, o preço sugerido ao consumidor da Rhythm 50 é de R$ 11.999,00. Bike encontra-se disponível nas principais revendedoras da marca em todo o Brasil.

Destaques:
  • Conforto;
  • Grupo transmissor de 1 x 12 velocidades;
  • Agilidade nas subidas;
  • Estabilidade nas curvas.

Agradecimentos: BSB Tribike

Sobre o autor: André Ramos é editor do website MTB Brasília

 
 

ENVIE SEU COMENTÁRIO